You Are Here: Home » Geral » A fé e o amor a Deus das jovens Larissas

A fé e o amor a Deus das jovens Larissas

A jovem Larissa Sayuri Yoshizawa  que luta contra um câncer, recebe uma visita iluminada. A jovem mãe Larrisa Meira acompanhada de seu esposo Pedro e a filha Maria Rosa. Meira também passou por momentos semelhantes ao de Yoshizawa e alcançou um milagre. Confesso que a fé e o amor a Deus que as jovens expressam diante de tanto sofrimento e dor me comovem. A história de Yoshizawa atingiu as pessoas de toda região maringaense, espalhou-se pelo Paraná e o Brasil e já chegou a fiéis de outros países. Yoshizawa é uma jovem cristã da cidade de Maringá, localizada no Norte central do Paraná, distante de 436 quilômetros da capital curitibana.

As Larissas da fé

Larissa Yoshizawa com Maria Rosa no colo. Pedro na sua direita e Larissa Meira na sua esquerda.

O encontro foi um momento precioso para Larissa Yoshizawa que tomou nos braços, Maria Rosa, filha de Larissa Meira, para uma foto e disse: “Foi revigorante, foi sobrenatural, foi transformadora essa visita desse casal: Larissa, Pedro e sua filha linda Maria Rosa. Vocês podem não acreditarem, mas essa moça, que a propósito tem o mesmo nome que o meu (rs), foi diagnosticada com um linfoma e passou pelo tratamento mais árduo que já ouvi alguém relatar. Cada detalhe foi um milagre, desde sua própria vida até a vida dessa neném linda e saudável! Vocês precisam conhecer a sua história, o seu amor pelo Senhor, a sua sinceridade diante das questões mais profundas dessa vida. Sou feliz por ter irmãos como eles”.

Essa luta pela vida da Larissa Yoshizawa e o testemunho de Meira transcrito abaixo, exorta a esperança, a esperança Naquele que tudo pode, Naquele que nos dá o fôlego e nos tira de maneira sobrenatural e misteriosa. Não somos absolutamente nada, mas significamos muito para Deus quando o amor supera a dor física e a esperança passa a ser o calibre de nossa arma chamada fé em Jesus! Sem fé não agradamos a Deus, sem fé não é possível acontecer milagre. Yoshizawa e Meira são exemplos de fé e amor ao Criador.

Há muitas Larrissas no mundo. Sei que há. Mas dou testemunho do que vejo. Yoshizawa e Meira suas histórias já são milagres “Daquele que vive e me vê”. Que o amor de Cristo Jesus continue alimentando vossos corações! Acredito que sua história Larissa Yoshizawa será marcada de muitas glórias na convicção verdadeira de que você já ganhou centenas de almas para Jesus.

Transcrevo abaixo um texto que Larissa Meira fala sobre as inquietações da alma.

Larissa Meira

Larissa Meira

Sabe a parte mais difícil de ter câncer? Eu não sei. Mas a resposta mais próxima da realidade pode ser não saber responder as questões mais difíceis, sobre corpo, mente e espírito, sobre futuro, perspectivas. Sobre exames cujos resultados não sabemos, e tantas outras coisas sobre as quais é necessário que o homem não saiba. Questões difíceis, profundas… confusas. Mas porque tanta gente só pára pra pensar nessas coisas quando acham que seu tempo está acabando.

O assassino que se arrepende um segundo antes da sentença de morte, o homem que confessa seu amor antes do disparo, coisas de filme mesmo, ou quando dizem que você tem uma doença grave. Mas o óbvio de se pensar que qualquer minuto pode ser o último, por que sim, qualquer minuto pode ser o último minuto, traz as inquietações mais humanas e compreensíveis. Conversava essa semana com uma amiga e me lembrei que não, o homem não foi feito para morrer. Nele, ou em nós, se o caro leitor assim preferir, existe o sentimento de eternidade. Criados à imagem e semelhança do próprio Deus, queremos viver a eternidade, mesmo que tenhamos diferentes percepções sobre ela.

Ninguém gosta da ideia de morrer – essa é uma ideia contestável – e quase sempre se ignora a existência desse momento. Como se falar dele, o atraísse. Acredite, eu não tenho problemas em falar da morte, porque isso eu resolvi muito bem na minha cabeça e coração. Aí me perguntam como eu consigo viver tendo um problema desse… Mas eu te pergunto, amigo, como você consegue viver sem saber o que vai acontecer quando você morrer?

Convivo com o câncer ou vivo apesar dele, porque sei que esse corpo falho não é a melhor coisa que vai acontecer na minha vida. Mas deve ser muito triste viver achando que morar numa cidade violenta, cuja crueldade destrói elas próprias e o ambiente, e que os momentos de felicidade se limitarão aos passeio de fim de semana, ou nos almoços e jantares da vida. Pensar em deitar na sua cama, dormir, pegar engarrafamento, passar dia no escritório ou qualquer outra coisa, respondendo prazos, metas, exigências de um chefe mal-humorado, sem tempo de fazer as coisas que realmente gosta, com as pessoas que realmente gosta, que são poucas, com dinheiro, sem dinheiro… Dependendo de dinheiro. Limitados num corpo sujeito a qualquer doença… Frágeis, pequenos.

Queridos, não tenham medo de fazer perguntas difíceis, tenham medo de não ter as respostas.

“Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho. Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?” (João 3:11-12).

Leia também:

Deus realiza sonhos impossíveis na vida de Luana

By  Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo