You Are Here: Home » Afetividades » Coisas que a mulher não deve fazer entre quatro paredes

Coisas que a mulher não deve fazer entre quatro paredes

Às vezes nos preparamos e esperamos tanto por um momento a dois, que pecamos pelo exagero. Em outras, somos pegas desprevenidas e passamos por alguma vergonha que poderia muito bem ser evitada. Pensando nessas situações, a Revista Nova  listou algumas dicas para ajudar a ala feminina a fugir de possíveis micos entre quatro paredes. Anote aí:

1. Gritar feito uma atriz pornô

Acreditamos que os homens desejam na cama tudo aquilo que vemos em filmes eróticos. Mas não precisa exagerar! Gritinhos e gemidos são importantes e estimulantes na hora do sexo, mas berros devem ser evitados! Curta esse momento sem a necessidade de fazê-lo acreditar que você está encenando para que ele saiba que está gostando.

2. Desestimulá-lo quando ele tentar uma posição nova

Todos possuem uma posição preferida, que mais agrada e encaixa melhor, porém variar e experimentar coisas novas é sempre muito bom! Experimente tentar outras posições e manobras, sem torcer o nariz e fazer cara feia. Caso a posição sugerida realmente não esteja agradando, peça com jeitinho para voltar a antiga deliciosa posição que estavam antes. Ele vai topar, sem ficar desanimado.

3. Exigir que todas as luzes estejam apagadas

Nós mulheres costumamos nos preocupar com detalhes e imperfeições que passam despercebidos por eles. Ele não está nem aí para aquela celulite e estria no bumbum, nem para o pneuzinho que insiste em aparecer. O parceiro com certeza está interessado no prazer de vocês, curta o momento, acenda a luz e desencane!

4. Mexer no celular

Hábito que persegue muitos, mexer no celular e verificar as novidades pode atrapalhar até na hora do sexo! Parece loucura, mas existem casos extremos que podem destruir e acabar com o momento. Dica: esqueça do celular e de tudo lá fora!

Imagem ilustrativa Revista Nova

Imagem ilustrativa Revista Nova

5. Em casos de excessivas emoções… Chorar!

Somos emotivas e com o sentimentos a flor da pele fica muito difícil controlar. O problema é que homens em geral não sabem lidar com excesso de emoção e podem até ficar assustados. Controle e deixe pra chorar quando estiver sozinha.

6. Delegar a ele a responsabilidade de levar camisinha

A obrigação de fazer um sexo seguro não é responsabilidade somente do homem. Não importa se a mulher está saindo uma noite pra se divertir, é indispensável se proteger.

7. Parar o sexo após chegar ao orgasmo e deixá-lo na mão

Você está curtindo o momento, ele está estimulando exatamente do jeito que você gosta e tudo estava tão bom, que você chega ao orgasmo antes dele. Ótimo! O que não vale é relaxar demais e desistir de continuar a relação, deixando o gato na vontade.

8. Aparecer com um vibrador antes de avisá-lo

Brinquedos eróticos são divertidos e sempre bem-vindos, porém alguns deles podem até intimidar o parceiro. Um vibrador com um formato sugestivo pode até assustar, causando um clima chato. Se deseja apimentar a relação com um vibrador, escolha um formato tradicional e avise seu parceiro.

9. Usar calcinha velha e furada

Tudo bem ser pega desprevenida de vez em quando, mas uma calcinha rasgada ou furada não deve nem estar na sua gaveta. Uma lingerie arrumadinha é extremamente provocante, mesmo que ele resolva tirá-la rapidinho!

10. Abusar de perfumes e velas

Criar o ambiente com velas e aromas é sexy e pode ajudar muito uma noite ainda mais especial. Porém, o excesso pode atrapalhar! Aromas de velas, incensos, perfumes e cremes hidratantes podem resultar em uma mistura nada agradável. Ou até mesmo provocar uma alergia no rapaz.

Com informações da Revista Nova

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo