You Are Here: Home » Afetividades » Desvende oito mitos do prazer feminino e seja mais feliz

Desvende oito mitos do prazer feminino e seja mais feliz

Segundo especialista, o orgasmo depende da qualidade do estímulo e não do vínculo emocional. O orgasmo da mulher ainda é um daqueles tabus que perseguem a nossa sociedade. Mas, por trás da vergonha, muitas mulheres têm várias perguntas sobre o tema. Em entrevista à Revista Época o ginecologista e sexólogo Théo Lerner, membro do Programa de Atenção à Violência Sexual do Centro de Saúde da Faculdade de Saúde Pública da USP, comentou os principais mitos sobre o prazer feminino. Confira as considerações que ele fez sobre o tema:

“Não posso mostrar meu corpo se ele tiver algum ‘defeito’ como estrias ou celulite?”

A preocupação em esconder o corpo tira o foco das sensações obtidas e coloca a atenção naquilo que o parceiro pode ver ou não.

“O orgasmo verdadeiro só ocorre quando existe amor?”

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

O orgasmo depende da qualidade do estímulo e não do vínculo emocional. A masturbação pode propiciar orgasmos satisfatórios sem qualquer tipo de envolvimento amoroso. A preocupação de muitas mulheres sobre os sentimentos do parceiro ou na avaliação se o relacionamento é “certo” impede que as sensações sejam devidamente registradas.

“O orgasmo certo é quando os dois gozam ao mesmo tempo?”

O tempo para atingir o orgasmo varia de uma pessoa para outra e não há problema algum se um dos parceiros chegar lá primeiro. A boa educação recomenda que o parceiro que gozou primeiro mantenha a estimulação para que o outro também possa aproveitar os prazeres da situação no seu próprio ritmo.

“O orgasmo só pode acontecer na penetração vaginal?”

O orgasmo é um fenômeno cerebral, e ele pode acontecer com qualquer estímulo. Algumas mulheres relatam atingir o orgasmo sem qualquer tipo de contato físico, usando apenas a fantasia como estímulo. Por outro lado, cerca de 10% das mulheres normais não são adequadamente estimuladas durante a penetração vaginal, necessitando de outras formas de estimulação para que possam atingir o orgasmo.

“No orgasmo feminino a mulher solta um líquido igual ao do homem?”

A ejaculação feminina ocorre em um número relativamente pequeno de mulheres, geralmente associado a uma resposta orgástica de grande intensidade.

“Toda mulher grita quando goza?”

As formas de expressão do orgasmo são tão particulares quanto os estímulos necessários para obtê-lo. Um orgasmo “mudo” pode ser tão ou mais satisfatório que um orgasmo escandaloso. A qualidade de um orgasmo não se mede em decibéis.

“A responsabilidade pelo meu orgasmo é do meu parceiro?”

Somente você sabe qual é o local, a intensidade e a duração do estímulo que vai funcionar no seu corpo. Se o parceiro conseguir acertar esse estímulo sem que você diga nada, sorte sua. Se não, não espere que ele adivinhe. Ensine-o a dar prazer e aproveite!

“O orgasmo tem que acontecer em todas as relações que eu tenho?”

O objetivo final de uma relação sexual não é a obtenção do orgasmo, e sim a busca de um momento de prazer compartilhado com outro ser humano. Se esse momento for divertido, agradável e produzir bem-estar, ele pode ser perfeitamente válido e significativo com ou sem orgasmo.

Matérias Relacionadas: 

Sete sinais indicam que você não tem perfil para casar

Com informações da Revista época e BondeNews

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo