You Are Here: Home » Reflexão » Inconsistência Bíblica: Deus estava satisfeito ou insatisfeito com a Criação?

Inconsistência Bíblica: Deus estava satisfeito ou insatisfeito com a Criação?

O livro de Gênesis têm relatos incongruentes sobre como Deus se sentiu sobre a sua criação (a terra e seus habitantes).

Inicialmente diz que Deus, logo depois de ter dado por acabado a sua obra, deu-se por satisfeito com o o que fizera. Mas Gênesis adiante afirma que Deus ficou descontente, mas tão descontente que lamentou o que tinha feito e tenta matar a todos.

Afinal, qual é o trecho da Bíblia que está certo?

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto. (Gênesis 1:31)

E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. (Gênesis 6:5)

Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração. (Gênesis 6:6)

Pode-se argumentar que não há inconsistência ou contradição porque em um primeiro momento Deus está satisfeito e, em um segundo, descontente por causa da maldade do homem.

Mas esse argumento só funciona quando é aplicado a ser humano, não a Deus, que é Onisciente e, portanto, teria sabido desde o começo que rumo a sua criação tomaria. Se não fosse assim, ele não seria Deus.

Então, qual das representações de Deus é a que vale? É o Deus feliz com sua obra ou o Deus arrependido?

Os cristãos não questionam essas inconsistências bíblicas, e ambas as passagens de Gênesis são consideradas igualmente como verdadeiras e precisas, o que não faz nenhum sentido.

 

Matérias Relacionadas:

Por que Deus precisa descansar após a Criação

Contradições da ressureição e aparição de Jesus Cristo

 

By Austin Cline, traduzido por Aucenir Gouveia.

Texto Original: Inconsistency: Was God Pleased or Displeased with Creation?

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 222

Comentários (2)

  • Elvio Antunes de Arruda

    Penso ainda, que se Deus viesse a ser Onisciente do futuro e soubesse toda projeção da ação “individual” humana, não haveria: criatividade, pecado, enfim a mecânicidade do Universo estaria exclusivamente na mão de Deus. Toda história seria uma mentira apenas. Penso sim, que Deus tem um ideal, e esse ideal não será desmontado por algum individualismo.
    Apenas uma opinião.

    Responder
  • Elvio Antunes de Arruda

    Meu caro! Deus também deve pensar, para Criar. Pois disse: Façamos o homem a nossa imagem, não apenas fisica, “qulaificações” mas reativa. Deus não é de Pedra, é feito de “funções conceituais e técnicas”. Se estava satisfeito com o resultado da obra D’ele, poderia ficar insatisfeito com o uso da liberdade do ser humano. E hoje como o ser humano usa a liberdade ? Será que é para ser cada vez mais autodestrutivo e inútil e ou para desenvolver-se ? Muitos e muitos, fazem de tudo para destruir até a si mesmo de tão insatisfeito que se encontram. Agora cada um pensa como deseja, se crê ou não, e solução ou problema do desobrigado consigo mesmo.”Hoje amamos a liberdade, todos buscam tal liberdade, mas desde que não venha ser a de outro”. Somos incongruentes porém disfarçamos e procuramos o culpado….

    Responder

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo