You Are Here: Home » Cidadania & Saúde » “Lei só para pobres mesmo, sem comentários”, diz internauta

“Lei só para pobres mesmo, sem comentários”, diz internauta

“A justiça brasileira é inimiga dos pobres!”;  “Só vai preso e fica preso quem é pobre”… “Somos pobres, brasileiros, mas temos vergonha na cara, diz uma aposentada de 68 anos”. Enfim, estas ou outras frases se tornaram comuns no dia a dia das pessoas, nas redes sociais da internet ou nos bate papo dos brasileiros no trabalho, no lazer ou até mesmo em programas de humor na TV a sátira pode ser vista pelos milhões de brasileiros que sonham com um Brasil mais justo e de igualdade social;

Neste sábado (21), o Gouveia NetNews recebeu uma postagem compartilhada por uma pessoa no Google, cujo título é “Lei só para pobres mesmo, sem comentários!!!” , ela fazia referência a uma matéria que foi veiculada em todos os telejornais noturnos na quinta feira (11/03/04) e que desencadeou uma campanha na internet “Em favor da VERGONHA NA CARA”.

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

A matéria relata a situação vivida por um homem chefe de família que atendia por, Paulo, de 28 anos, casado com Sônia, que estava grávida de quatro meses. Paulo estava  desempregado por dois meses, e não tinha o que comer em casa. Ele decidiu, então, ir ao rio Piratuaba-SP que fica a 5km de sua casa pescar para ter uma “misturinha” com o arroz e feijão. Ele pegou 900 gramas de peixe ‘lambari’, e sem saber que era proibida a pesca naquele local, foi detido por dois dias, e ainda levou umas ‘borrachadas’.

Um amigo pagou a fiança de R$ 280,00 para liberá-lo e Paulo ainda teve que pagar uma multa ao IBAMA de R$ 724,00.

Sua mulher Sônia que estava grávida de quatro meses sem saber o que tinha acontecido com o marido que, supostamente, havia sumido, ficou tensa, nervosa e passou mal, foi parar no hospital e sofreu um aborto espontâneo.

Paulo quando saiu da cadeia recebeu a noticia de que sua esposa estava no hospital e acabará de perder seu filho, pelos míseros peixes que ficaram apodrecendo no lixo da delegacia.

Vejam vocês que Paulo cometeu um pequeno delito e a ação das autoridades foi imediata e com rigor. Será que por que ele era um pobre desempregado…? E quem poderá devolver o filho de Sônia e Paulo?

É como eu digo ainda bem que “A natureza além de sábia é generosa: pobre só vive porque respira de graça!”

Agora vejam uma das milhares de versões criminosas que chegam a romper fronteiras no solo brasileiro e à luz da legislação penal. Henri Philippe Reichstul, de origem estrangeira, Presidente da Petrobrás já não sofreu as sanções devidas, assim como Paulo. Será que por que ele tinha “costas largas”, rico e influente?

Philippe foi responsável pelo derramamento de 1 milhão e 300 mil litros de óleo na Baía da Guanabara. O acidente provocou a morte de milhares de lambaris e pássaros marinhos; responsável pelo derramamento de cerca de 4 milhões de litros de óleo no Rio Iguaçu, destruindo a flora e fauna e comprometendo o abastecimento de água em várias cidades da região. Crime contra a natureza, inafiançável…

Pois bem, Philippe, encontra-se em liberdade. Pode ser visto andando pelas orlas beira mar e jantando nos melhores restaurantes do Rio de Janeiro e de Brasília.

Paulo e Philippe quem recebeu a punição justa por seus delitos?

As versões mostradas no texto desta postagem nos remetem a novamente a campanha “Em favor da VERGONHA NA CARA.”

O Brasil é tão grande, mas tão pequeno pra ser governado por tantos… Os três maiores poderes não se entendem, vivem “dançando músicas diferentes”, enquanto o povo mais humilde sobrevive dos sonhos, da fé em um Deus que mede o coração dos vilões impunes pela lei do homem.

E agora Paulo, não tem mistura, não tem emprego e o filho morreu?

E agora Paulo, qual música você vai tocar? Talvez você consiga uma Bolsa Família pra sobreviver?

E agora Paulo, quando será que a festa da impunidade, da corrupção e das enganações irão acabar?

Já dizia o poeta: “…esse é o Pais das oportunidades, tenha fé na vida, creia… Pois quem sabe esse País retoma sua independência, em um só tom de voz às da margens do caos; Esse não é o País da utopia, esse não é o País da profecia, esse é o País do real..”

Mas vamos oxigenar nossas memórias acrescentando três fatos relevantes pra sociedade brasileira meditar.

Primeiro: O STF ainda não votou a legalização da Lei da Ficha Limpa e 2012 é ano de eleições municipais!

Segundo: Lembra do caso do jogador Edmundo, que matou três pessoas no trânsito, devido ao alcoolismo e que não passou nem um dia na cadeia e foi absolvido desse crime hediondo…!

Terceiro: Veja esta frase triste que saiu no Jornal Espanhol – EL PAÍS.

“Que país é este que junta milhões numa marcha gay,outros milhões numa marcha evangélica, muitas centenas numa marcha a favor da maconha, mas que não se mobiliza contra a corrupção?”

Juan Arias, correspondente no Brasil do Jornal Espanhol – EL PAÍS, em 07/08/2011, comentou:

“Triste ler isto, escrito por um estrangeiro que, com toda propriedade e elegância pôs o dedo em uma ferida que nós brasileiros não queremos ver. Vamos nos mobilizar ao menos virtualmente e espalhar esta frase para nossos contatos? … o pior é ter certeza que este jornalista conhece bem o povo brasileiro!”

Todos juntos na Campanha “Em favor da VERGONHA NA CARA.”  Este Weblog já divulgou e você? Compartilhe esta postagem!

Matérias Relacionadas:

Uns têm tanto para comer, outros não têm nada…

Mandaguaçuense tem dificuldade de permesso na Itália enquanto Battisti ganha exílio político e permanência no Brasil

Com informações de Balela.info e outros sites
Colaboração de Márcia Regina

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 222

Comentários (1)

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo