You Are Here: Home » Geral » Lenda chinesa explica o por que do uso das alianças no dedo anelar

Lenda chinesa explica o por que do uso das alianças no dedo anelar

É simplesmente impressionante! Eu nunca vi uma explicação tão lógica e bonita sobre o significado dos casados usarem alianças no quarto dedo da mão esquerda.

Uma lenda chinesa conseguiu explicar de uma maneira sábia e muito convincente:

Os polegares representam os pais. Os indicadores representam teus irmãos e amigos. O dedo médio representa a você mesmo. O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge (marido, mulher, esposo, esposa). O dedo mindinho representa seus filhos. Agora junte suas mãos, palma com palma, depois, une os dedos médios de forma que fiquem apontando a você mesmo, como na imagem ao lado.

Agora tenta separar de forma paralela seus polegares [que representam seus pais] você vai notar que eles se separam porque seus pais não estão destinados a viver com você até o dia da sua morte, una os dedos novamente.
Agora tenta separar igualmente os dedos indicadores [que representam seus irmãos e amigos], você vai notar que também se separam porque eles se vão, e tem destinos diferentes como se casar e ter filhos.

Lenda chinesa explica de uma maneira sábia o significado do uso das alianças no quarto dedo dos casados

Lenda chinesa explica de uma maneira sábia o significado do uso das alianças no quarto dedo dos casados

Tente agora separar da mesma forma os dedos mindinhos [ que representam seus filhos] estes também se abrem porque seus filhos crescem e quando já não precisam mais de nós se vão, una os dedos novamente.

Finalmente, tente separar seus dedos anelares [que é o quarto dedo que representa seu esposo, sua esposa, seu marido, sua mulher] e você vai se surpreender ao ver que simplesmente não consegue separá-los. Isto se deve ao fato de que um casal está destinado a estar unido até o último dia da sua vida, e é por isso que o anel se usa neste dedo.

Interessante não acha? Vamos refletir agora no que diz a Palavra de Deus em (Gênesis 2:23-24): “…Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne…”.

A perfeição da criação de Deus explica a imperfeição do homem e nos leva a refletir sobre nossos erros e nossa desobediência. Bem aventurados os que se amam e que vencem juntos a dor dos espinhos e compartilham a doçura da alegria.

Leia também:

Conheça a Teoria ‘TRA’ que pode definir o tempo de duração de um namoro ou casamento

By Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 222

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo