You Are Here: Home » Cidadania & Saúde » Moringa oleífera a planta milagrosa dos diabéticos

Moringa oleífera a planta milagrosa dos diabéticos

Poucos brasileiros ouviram falar de uma planta chamada moringa. Originária da Ásia e da África, a árvore de até 12 metros de altura fornece abundantes galhos carregados de pequenas folhinhas verdes. Considerada como uma panaceia para muitos males – de tratamento da malária a dores de estômago – e um alimento com alto valor nutritivo e com uma excelente composição de proteínas, vitaminas e sais minerais, a moringa é uma daquelas árvore que todos habitantes dos trópicos deveriam ter no quintal de casa.

Das 14 espécies identificadas, duas são as mais populares. Nativa das encostas do Himalaia, a Moringa oleifera foi reconhecida pela medicina ayurvédica como uma importante erva medicinal há quatro mil anos. A planta indiana acabou sendo disseminada por todo o mundo e chegou até o Brasil.

Mulher Karo retira folhas verdes dos talos da moringa para preparar refeição

Uma espécie próxima é a Moringa stenotepala, nativa do leste da África. Segundo pesquisadores da Universidade de Addis Ababa, da Etiópia, que pesquisam a planta há quase duas décadas, a moringa possui uma elevada capacidade para combater diferentes doenças tropicais, tais como a leishmaniose. melhoria da pressão arterial, da glicose, a redução do colesterol, entre os outros.

Mas o que assombra os nutricionistas é sua composição como alimento. Pesquisadores concluíram que, comparada grama por grama com outros produtos, a moringa possui sete vezes mais vitamina C que a laranja, quatro vezes mais vitamina A que a cenoura, quatro vezes mais cálcio que o leite de vaca, três vezes mais ferro que o espinafre e três vezes mais potássio que a banana. E mais: a composição de sua proteína mostra um balanço excelente de aminoácidos essenciais (aqueles que precisamos ingerir pois o corpo humano não os produz).

A árvore de Moringa vem sendo usada ao longo dos tempos como uma planta medicinal. Sendo por isso conhecida como árvore milagrosa. Todas as partes da planta são aproveitadas: folhas, raízes, sementes, cascas, frutas, flores e vagens. Todas contém propriedades medicinais.

As folhas são extremamente ricos em proteínas, em vitaminas A, B e C e minerais como cálcio, magnésio, potássio, sódio, fósforo, ferro. Para se ter uma ideia melhor, comparando as suas propriedades nutritivas com as de outros alimentos: Clique aqui e assista ao vídeo.

· A mesma quantidade de proteínas que o ovo e o dobro que o leite;

· 4 vezes mais cálcio que o leite;

· 3 vezes mais potássio que a banana;

· 4 vezes mais vitamina A que as cenouras;

· 7 vezes mais vitamina C que a laranja.

Folhas da Moringa

Os benefícios desta árvore vão muito mais além do seu mero uso como alimento, como mais a frente veremos. Apresenta também uma grande quantidade de propriedades curativas:

· Baixa os níveis de glicose;

· Reduz o colesterol;

· Reduz a pressão arterial elevada;

· Melhora as articulações devido ao seu efeito anti-inflamatório;

· Combate a asma;

· Combate a anemia pelo seu alto teor em ferro;

· Fortalece o sistema imunológico, o que faz aumentar as defesas naturais do corpo;

· Fortalece os músculos e ossos;

· Melhora certas funções mentais, como memória e capacidade de aprendizagem;

· Estimula o crescimento do cabelo;

· Protege o fígado e os rins;

· Proporciona energia;

· Embeleza e regenera a pele.

O diabetes

Existe evidência científica que prova que os isotiocianatos, uns compostos vegetais presentes nas folhas de moringa, têm a capacidade de regular os níveis de glicose no sangue. Num pequeno estudo realizado sobre pacientes diabéticos se comprovou que o consumo de 50 gramas de folhas de moringa numa refeição pode te ajudar a prevenir o aumento de açúcar no sangue em 21 %.

Doenças inflamatórias

Foi descoberto que as folhas, vagens e sementes de moringa possuem grandes propriedades anti-inflamatórias, graças ao seu excepcional conteúdo de isotiocianatos. Por esta razão, pode ser de grande ajuda para aliviar sintomas de doenças de origem inflamatória como a fibromialgia.

O colesterol

Vários dos princípios ativos presentes na moringa, sobretudo nas suas folhas e casca, podem ser de grande utilidade para controlar os níveis de colesterol no sangue. Desta forma, você também estaria diminuindo o risco de desenvolver doenças do coração.

Danos por contaminação

Existem estudos científicos que comprovam a eficácia das folhas e sementes de moringa para proteger seu organismo dos efeitos tóxicos do arsênico, como o desenvolvimento de doenças degenerativas.

Anemia

O incrível conteúdo de nutrientes torna a moringa um tônico revitalizante, especialmente benéfico se você sofre de anemia ou está se recuperando de alguma doença ou acidente.

Osteoporose e artrite

Ser uma grande fonte de minerais, especialmente de cálcio e magnésio, a torna um potente remédio natural de grande eficácia para prevenir a osteoporose e aliviar as dores da artrite. Leve em conta que 50 g de folhas contém 250 mg de cálcio e 12 mg de magnésio.

Câncer

Entre seus componentes, a moringa possui um alto conteúdo de isotiocianato de benzila, do qual existe evidência científica que comprova que pode ser muito eficaz para te ajudar a prevenir ou tratar tumores cancerígenos. Ao que parece, este princípio ativo age como quimioprotetor contra as células cancerígenas, não deixando que se multipliquem devido a que alcaliniza o meio ambiente onde vivem.

Envelhecimento

Graças ao seu excepcional conteúdo de compostos antioxidantes, a moringa tem a capacidade de paliar os efeitos degenerativos e danosos dos radicais livres no seu corpo, prevenindo muitas doenças relacionadas com a velhice.

Problemas da pele

O uso externo tanto como o consumo oral do óleo de moringa pode ser de grande utilidade para tratar diferentes doenças da pele e para prevenir rugas.

Perder peso

Devido a que é uma grande fonte de fibra solúvel e a que possui um incrível conteúdo de nutrientes, a moringa para emagrecer é muito boa, já que te ajudará a evitar a retenção de líquidos,

Todas as partes da planta são comestíveis: as vagens verdes, as folhas, as flores, as sementes (pretas, arredondadas) e as raízes são muito nutritivos e podem ser utilizados para o consumo devido ao seu elevado teor de proteínas, vitaminas e minerais. Nos países de origem a Moringa Oleifera é consumida como uma verdura qualquer. Além das suas propriedades benéficas, tem também um sabor agradável.

A Moringa em pó é obtida das suas folhas secas e trituradas. As folhas são extremamente nutritivas e têm um efeito alcalinizante e energizante. Contêm uma grande quantidade de proteína, minerais entre eles cálcio e ferro, e também vitaminas, entre elas a A, B, B12 e C, inúmeros aminoácidos e antioxidantes. A Moringa tem uma pontuação ORAC impressionante de 157.000 umole TE / 100g (hidrofílica e lipofílica), pequenas doses diárias da Moringa em pó, oferecem nutrientes essenciais e vitalidade para um corpo e mente equilibrados.

Com todos esses atributos, não é difícil considerar a moringa como uma das plantas mais generosas do planeta. Por isso, várias ONGs de desenvolvimento humano que combatem a pobreza e a fome a chamam de “super planta”, “árvore milagrosa” ou “folha que salva vidas”. 

Depois de saber tudo isso, acredito que nosso próximo passo será comprar sementes e plantar moringa em casa!

 

Com informações da HerBata Florais dentre outros sites.

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 226

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo