You Are Here: Home » Afetividades » Mulheres “caras de bundas” tenham cuidados com os “caras de pau”!

Mulheres “caras de bundas” tenham cuidados com os “caras de pau”!

Não, isto não é somente sátira, nem tão pouco só pra se rir, dar gargalhadas, é coisa séria, muito séria! Você nunca acordou com cara de bunda? Isso mesmo, “cara de bunda”!

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Sabe aquele dia em que tudo tem aparência e cheira à trevas? Você levanta atravessada com o mundo e com todos, briga por que tem que levantar cedo, por que está no emprego forçado, não é correspondida pela pessoa que ama, não segue uma religião, enfim, nada dá certo na vida…  E pra ajudar sai para o trabalho com a cara fechada, sem dar um sorriso; Chega ao trabalho não cumprimenta ninguém, passa por todos com o nariz empinado, não dá um bom dia pra ninguém… Passa o dia azeda… tudo é TPM, e o tempo vai passando!

Pois é, a questão é que tanto os homens como as mulheres passam por este drama. Há momentos em que chegamos a pensar que estamos por cima, ou melhor, por baixo. Nada está bom. E se alguém insiste em nos ajudar… Isso irrita ainda mais e, com certeza, somos capazes de mandar o indivíduo ‘catar coquinhos’, pra não dizer outra coisa, não é assim?

Mas a mamãe natureza gosta realmente de torturar, não é verdade? Porque diabos ela cria mulheres com belos corpos e um rosto feio? Claro que esse problema pode ser contornado com as luzes apagadas ou um saco de pão na cabeça! Raimundas, ai  raimundas  feias de cara e boas de bundas, e aquelas “caras de bundas” somente SOS “caras de pau” encaram? Os mesmos caras de pau que não querem assumir compromissos, tipo: casar, ter filhos e envelhecer fielmente à esposa e a Deus?

Ôpa, alerta, a mamãe natureza não é preconceituosa, e tão pouco faz distinção entre “raimundas” e “raimundos” se ambos têm “caras de bundas” que se cuidem com os “caras de pau”. Isso mesmo, não que eles sejam lobos maus, mas é que são tarados por natureza.

Assim, a mamãe natureza adverte: atrás de uma “cara de bunda”  há sempre um “cara de pau”. Então sorria! E procure viver na “moral”. Senão! Vai ter que aguentar as consequências.

By Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 222

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo