You Are Here: Home » Geral » Ponte espiritual é passaporte da felicidade

Ponte espiritual é passaporte da felicidade

ponte-espiritualComece seu dia projetando uma ponte que o leve de maneira mais rápida a tudo aquilo que seu coração deseja. Não é preciso ser engenheiro ou arquiteto para construir em nossos corações pontes que nos levarão a viver uma vida melhor de comunhão com a família, os amigos e com Deus.

Viver sem construir pontes é viver sendo sufocados pelos espinhos que nós mesmos produzimos com nossa falta de perseverança, incredulidade e confiança.

Estamos vivendo um mundo contraditório. Enquanto as grandes empresas e nações tratam de se associar, globalizando-se, a cada dia as pessoas vão entrando um processo de isolamento. Poucos são os motivos que levam as pessoas a sair de suas casas, menos ainda os que as fazem relacionar-se umas com as outras.

A engenhosidade da tecnologia leva aos lares o prazer de desfrutar o que o homem inventa: Tvs  3D e som de última geração, jogos ultramodernos, celulares, computadores, tablets que se conectam ao mundo virtual. Tudo isso traz um sentimento de autossuficiência, a ponto de muita gente pensar que não precisam de mais ninguém. Ao invés de “pontes” constroem “muros”, o muro da solidão, do egoísmo, do sedentarismo, da depressão, do desamor; muros que não levam a nenhum lugar.

O homem está destruindo as pontes da solidariedade entre irmãos; as pontes do amor entre casais; as pontes do laço familiar; as pontes que liga o homem a Cristo Jesus, enfim as pontes ‘tecnológica espirituais’ que são substituídas por “muros espirituais” que faz da espécie humana seres ainda mais estranhos e vazios, imponentes e frios, escravizados… muitas vezes deuses sem poder nenhum.

O arco-íris é a ponte que devemos reconstruir em nossos corações, a ponte da esperança, a ponte da fé e do amor que nos liga ao Reino de Deus.

Mas só ninguém constrói pontes, precisamos das pessoas, precisamos dos outros que nos ajude a transportar os elementos necessários que materializarão essas obras.

Deveríamos nos espelhar em (Neemias  2:1-20), um vaso obediente a voz de Deus. Neemias não foi somente o reconstrutor dos muros de Jerusalém, uma importante missão que recebeu de Deus. Neemias sabia que sozinho não seria capaz de realizar tal obra e assim tornou-se um grande construtor de “pontes” entre as pessoas. Eles sofreram oposição, alguns desanimaram e ainda havia a ameaça de uma batalha, mas ele uniu o povo para que a obra fosse terminada. “A obra é grande e extensa e estamos separados, distantes uns dos outros, ao longo do muro. Do lugar de onde ouvirem o som da trombeta, juntem-se a nós ali. Nosso Deus lutará por nós!” (Neemias 4:19-20).

Hoje, o povo de Deus está vivendo num ambiente hostil e a união é o segredo que nos garantirá a vitória em Cristo Jesus. Portanto, ainda antes de iniciarmos a construção dos “muros” – uma tarefa ou alguma obra para nosso Deus – deveríamos iniciar a reconstrução das pontes entre nós.

Para isso, perdoe antigas ofensas ou peça perdão pelas que cometeu; conserte o que começou errado em algum momento de sua vida; resolva coisas mal resolvidas. Construir muros é fácil, construir pontes é mais importante.  A ponte realiza sonhos e nossos olhos veem mais além, o muro intercepta sonhos e fixa nosso olhar apenas em suas paredes intransponíveis. A ponte é sempre um elo; o muro é sempre um obstáculo.

Gaste mais tempo de sua vida construindo oportunidades de diálogos com pessoas, visite-as; prepare um banquete e convide alguém para cear com você, alguém que conhece há anos, mas que só vê de vez em quando… Enfim sejamos construtores de pontes – elas garantem nossa união e nos ajudam quando as tempestades abalam nossa vida, além de nos conduzir de maneira leve a desfrutar de todas as porções das coisas que Deus tem para nós quando cessar nossa caminhada. Do outro lado da última ponte que construirmos aqui na terra, todas essas maravilhas nos esperam.

Serei sempre o elo de esperança ao meu próximo, o reconstrutor de pontes, o sonho da paz, o oleiro incansável para moldar vasos e semear o amor em seus corações; Não serei o santo que pregam, mas serei o homem santificado e justificado por aquele que o é, assim descansarei e minhas obras terminadas falarão ao mundo que amar demais é sofrer de menos.

Você já construiu uma ponte? Se não que tal começar a construir uma ponte junto comigo? Comecei a construção da ponte para a felicidade eterna.

Leia mais:

O fim da solidão só depende de você

O invisível que habita em mim

Sem Deus você pode ser o leão ou a presa

By Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comentários (1)

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo