You Are Here: Home » Geral » Sem Deus você pode ser o leão ou a presa

Sem Deus você pode ser o leão ou a presa

Aprendemos muito com a lei da sobrevivência. A natureza por si só nos dá uma lição de vida. Todo dia, na hora da caçada, o leão e sua presa começam a correr. O leão corre atrás da presa para não morrer de fome. A presa corre do leão para não ser devorada.

Uma competição brutal em que ao final vence aquele que consegue correr mais rápido. Assim, imagino que quando iniciamos um novo dia, não importa se somos o leão ou a presa, mas temos que correr. É o momento em que entramos no estado de alerta para a necessidade de perseverança, de autoconfiança e fé. É o momento que nos ensina que é preciso trabalhar sempre, sem nos acomodar, porque senão somos engolidos pelo mal do mundo.

Penso eu, que realmente não podemos nem imaginar ou pensar que na vida exista lugar para preguiça, pois a preguiça é um estado de coma profundo de uma mente vazia. Não é porque vencemos algumas batalhas, que alcançamos algumas vitórias que as lutas cessarão. A vida é uma guerra de indefinidas batalhas. O foco principal é vencer a guerra. E a guerra espiritual é pela salvação da alma.

“…Nossa salvação está agora mais perto de nós” (Romanos  13:11); “…Cristo aparecerá pela segunda vez aos que o esperam para a salvação” (Hebreus 9:28).

Escolha a arma certa para lutar e revista-se das armaduras de Deus (Efésios 6:10-20).

Na vida profissional é preciso sempre se aperfeiçoar, atualizar-se e se adequar às constantes e rápidas mudanças. Isso exige de cada um de nós uma superação. Temos que fazer mais e mais a cada dia para obtermos a produtividade necessária, e assim alcançar melhores resultados.

Na vida espiritual é a mesma coisa. Ninguém alcança uma estabilidade de vida em que não precise mais buscar a Deus porque já o conhece bem. Para conhecer Deus é preciso buscar sempre a sua presença, perseverar, acreditar, esperar e obedecer.

Além disso, não podemos achar que estamos livres de cometer pecados por ter alcançado maturidade moral suficiente. Esse pensamento é ilusório. Temos que estar atentos para isso, pois muitas vezes a ilusão aparece em nossas vidas com cara de felicidade e depois nos rouba a paz. Para nos afastarmos do pecado devemos negar a si mesmos todos os dias.

Quando a noite termina e um novo dia nasce, temos de entregá-lo a Deus, pedir pelo pão do dia a dia e não se preocupar com o dia de amanhã. A cada dia é necessário vigiar para resistir aos ataques do diabo, como diz o texto de (1 Pedro 5: 8-9) “Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos.”

Logo, é preciso concentrar-se nos problemas de cada dia, sabendo que mesmo havendo leões, lobos e inimigos traiçoeiros e violentos ao redor, no meio de nós está o Senhor que a cada manhã protege os seus filhos com justiça e amor.

Deus promete purificar aqueles que invocam o seu nome, para que vivam e o sirvam com alegria.

Leia também:

As dúvidas podem criar um mal estar espiritual de efeito dominó

Somos o barros na mão do artista

Aprendendo com as tempestades

By Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo