You Are Here: Home » Reflexão » Templo para ateus em Londres: Realidade ou ficção?

Templo para ateus em Londres: Realidade ou ficção?

O filósofo e escritor suíço Alain de Botton propôs a construção de um prédio de mais de 45 metros de altura que serviria como uma espécie de templo para ateus. O templo seria construído no coração financeiro de Londres.

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Segundo o filósofo, o templo seria usado para celebrar uma nova forma de ateísmo, que seria um contraponto ao ateísmo proposto pelos pensadores Richard Dawkins e Christopher Hitchens.

De Botton argumenta que o ateísmo proposto pelos dois pensadores é “destrutivo”, por atacar as religiões, ao contrário de sua proposta de harmonia entre as religiões.

“Em geral, um templo é feito para Jesus, Maria ou Buda, mas é possível construir um templo para qualquer coisa positiva e boa”, disse De Botton ao jornal britânico Guardian.

“Isso poderia significar um templo ao amor, amizade, tranquilidade e perspectiva. Porque o ateísmo de Richard Dawkins e Christopher Hitchens ficou conhecido como uma força destrutiva. Mas há muitas pessoas que não acreditam em Deus e não são agressivas contra outras religiões.”

Polêmica

A proposta de Alain de Botton provocou uma polêmica entre os pensadores, com declarações publicadas na imprensa britânica. Richard Dawkins criticou o plano do filósofo suíço, dizendo que isso seria um desperdício de dinheiro. Para ele, um templo para ateus é uma contradição.

“Ateus não precisam de templos”, disse Dawkins. “Eu acho que já formas melhores de se gastar este tipo de dinheiro. Se você vai gastar dinheiro com ateísmo, você poderia melhorar a educação secular e construir escolas não-religiosas que ensinam pensamentos racionais, céticos e críticos.”

Allain de Botton está lançando um livro novo sobre ateísmo, chamado Religion for Atheists: A Non-believer’s Guide to the Uses of Religion (ou Religião para Ateus: Um guia para Não-crentes sobre as Utilidades da Religião, em tradução livre).

Em fevereiro de 2010, o filósofo encomendou um projeto ao arquiteto Tom Greenall para a criação do templo. “Com 46 metros de altura e no coração da City londrina, o templo representa toda a história da vida na Terra: cada centímetro da sua altura equivale a um milhão de anos de vida do planeta “, afirma o arquiteto, em seu site.

“A um metro a partir do solo, uma fina linha de ouro – com não mais que um milímetro – representa toda a existência da humanidade. A visita ao templo serve dar outra perspectiva da vida aos visitantes.”

O filósofo afirmou ao Guardian que já captou metade dos recursos necessários para o templo, mas que os doadores preferem o anonimato. O templo começaria a ser construído no final de 2013, caso seja aprovado pela prefeitura. Ele disse que escolheu o centro financeiro da cidade porque seria onde as pessoas mais “perderam perspectiva” sobre as prioridades da vida.

Matérias Relacionadas:

Uma igreja totalmente de gelo será construída na Alemanha

Mundo ideal é um mundo sem religião, diz Dawkins

Com informações do site Terra Notícias

Texto original: Filósofo Alain de Botton propõe templo para ateus em Londres

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 219

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo