You Are Here: Home » Cidadania & Saúde » Uns têm tanto para comer, outros não têm nada…

Uns têm tanto para comer, outros não têm nada…

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

O paranaense Michel Teló está vivendo muito mais que os 15 minutos de fama. “Ai se eu te pego” virou fenômeno mundial, com direito a uma versão bizarríssima em inglês. Alunas de um curso de fonoaudiologia fizeram outra e curiosa versão, para que os surdos possam também curtir esse arrasa-quarteirão, que empolga até soldados de Israel.

A fome no mundo… Às vezes eu penso no quanto a vida é injusta… Uns ganham tanto, outros nada… Uns têm tanto para comer, outros não têm nada… Às vezes até me questiono, se o mesmo Deus que dá tanto para uns… Nega à outros…

Mais há um ditado popular antigo que diz… “Deus dá o frio conforme a coberta” e para aqueles que não têm coberta?

Enfim, há dias que amanhecemos assim, pensando e como o pensamento é infinito e pode ir muito longe é melhor parar de pensar…

Vou tentar de alguma forma fazer a minha parte, quem sabe assim eu melhore um pouco mais a vida de quem precise e assim, por pelo menos um dia, fique menos difícil para eles…!

Como Poeta descrevo a fome no poema “Retrato Falado” de meu livro ‘Nas Colinas da Alma’ assim: “Olhos esbugalhados, bocas molhadas… não é gula, é fome! Pessoas lambendo os dedos, pessoas lambendo os pratos, pessoas lambendo a mesa, pessoas lambendo o chão…! Não é gula, é fome!”

By Aucenir Gouveia

Print Friendly

Autor

Poeta, Filósofo, Político. Pós graduado em Administração Pública e Gestão Pública. Ex-Funcionário do BB, Ex-Vereador e atualmente Servidor Público. Gerente da Agência do Trabalhador [SINE] da SEJU/MTE do Governo do Estado do Paraná, na Cidade de Mandaguaçu.

Number of Entries : 222

Comente

© 2013-2017 Site hospedado por:

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
Ir ao Topo